Jurema

Jurema oh Jureminha jurema oh Juremả
Nas terras de santa cruz eu aprendi a amar

Na mata virgem
Os tambores falam de amores
E os Caboclos se juntam para saudar
Uma Cabocla toda enfeitada de flores
Na magia das cores faz a aldeia cantar

 

Jurema